sexta-feira, 13 de julho de 2012

PROJEÇÃO DA CONSCIÊNCIA - Parte 02


Dizem os orientais que o ser humano e até os animais além do corpo físico, possuem também um espírito que está ligado a esse corpo físico, e esse espírito que sobrevive ao corpo físico, perecível e destrutível, é envolvido por um corpo fluídico que se assemelha ao corpo físico, sendo uma cópia do corpo físico. 

O corpo físico portanto tem vida porque o espírito está ligado a ele, mas esse espírito está envolvido por um corpo que é uma cópia do corpo físico mas não é o corpo físico tendo a mesma aparência do corpo físico.



Quando o ser humano dorme o corpo que é o CORPO ESPIRITUAL desprende-se do corpo físico e pode ir a outros lugares.


O sono seria então o refrigério da alma, pois enquanto o corpo físico repousa no leito, os portões do mundo espiritual se abririam para o buscador coerente. O projetor consciente ingressa nas esferas extrafísicas e vê a verdade espiritual frente a frente, sem subterfúgios ou enganos.

Sutilizando a densidade do psicossoma, ele muda de dimensão e vislumbra anjos e mensageiros. Irradiando luz pura, eles lhe passam o conhecimento e o amor integrados que lhe permitirão a viagem consciente para o plano mental, sua verdadeira morada.

O projetor consciente volta contente para o soma adormecido. Logo o sol vai raiar e é necessário trabalhar e experienciar a vida humana na crosta terrestre. Ele está contente, pois tem consciência de que novas noites virão e as portas espirituais se abrirão novamente.

A respeito do corpo espiritual convém ler o que Paulo Escreveu em I Coríntios versículos de 35 a 58


Mas alguém dirá: Como ressuscitarão os mortos? E com que corpo virão?
Insensato! o que tu semeias não é vivificado, se primeiro não morrer.
E, quando semeias, não semeias o corpo que há de nascer, mas o simples grão, como de trigo, ou de outra qualquer semente.

Mas Deus dá-lhe o corpo como quer, e a cada semente o seu próprio corpo.
Nem toda a carne é uma mesma carne, mas uma é a carne dos homens, e outra a carne dos animais, e outra a dos peixes e outra a das aves.

E há corpos celestes e corpos terrestres, mas uma é a glória dos celestes e outra a dos terrestres.

Uma é a glória do sol, e outra a glória da lua, e outra a glória das estrelas; porque uma estrela difere em glória de outra estrela.
Assim também a ressurreição dentre os mortos. Semeia-se o corpo em corrupção; ressuscitará em incorrupção.

Semeia-se em ignomínia, ressuscitará em glória. Semeia-se em fraqueza, ressuscitará com vigor.

Semeia-se corpo natural, ressuscitará corpo espiritual. Se há corpo natural, há também corpo espiritual.

Assim está também escrito: O primeiro homem, Adão, foi feito em alma vivente; o último Adão em espírito vivificante.

Mas não é primeiro o espiritual, senão o natural; depois o espiritual.

O primeiro homem, da terra, é terreno; o segundo homem, o Senhor, é do céu.

Qual o terreno, tais são também os terrestres; e, qual o celestial, tais também os celestiais.

E, assim como trouxemos a imagem do terreno, assim traremos também a imagem do celestial.

E agora digo isto, irmãos: que a carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus, nem a corrupção herdar a incorrupção.

Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados;

Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.

Porque convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade, e que isto que é mortal se revista da imortalidade.

E, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória. 
1 Coríntios 15:35-54


Nessa passagem de Paulo tudo o que eu falei no início é confirmado. Ele diz claramente que há corpos celestes e corpos terrestres, sendo os celestes vivificados, portanto imortais e incorruptíveis, ou seja não sofrem o efeito da velhice e do desgaste natural que o corpo natural sofre. São corpos espirituais como ele mesmo os denomina. O corpo natural que é semeado em ignomínia, em fraqueza,  (Sofre o desgaste natural do seu uso) ressuscitará em glória e em vigor, ou seja o corpo físico perecerá mas o corpo espiritual sobreviverá e será eterno e indestrutível.

E ele afirma que se há corpo natural, há também corpo espiritual. (Ambos coexistem). Ele afirma ainda que assim como trouxemos a imagem do terreno, traremos também a imagem do celestial, ou seja um é a cópia do outro, mas se tornarão jovens e vigorosos. A carne e o sangue não poderão herdar o reino de Deus. Então não se irá para o reino do céu em carne e osso, mas sim somente com o corpo espiritual.

Revela ele ainda um mistério. "NEM TODOS DORMIREMOS" mas todos serão transformados. Isso se contrapõe a idéia de que ao morrer se ficará dormindo a espera do grande dia, e ele afirma um MISTÉRIO, o de que nem todos dormiremos, mas serão transformados, ou seja passarão a utilizar o seu corpo espiritual. O mortal se revestirá de imortalidade. O que se semeia não é VIVIFICADO se primeiro não MORRER. Ou seja os corpos naturais morrerão para então serem vivificados.

Quanto à viagem astral que se faz em sono, temos exemplos disso nas seguintes passagens

Antes Deus fala uma e duas vezes; porém ninguém atenta para isso.
Em sonho ou em visão noturna, quando cai sono profundo sobre os homens, e adormecem na cama.
Então o revela ao ouvido dos homens, e lhes sela a sua instrução, 
Jó 33:14-16



E a glória do SENHOR se alçou desde o meio da cidade; e se pôs sobre o monte que está ao oriente da cidade.
Depois o Espírito me levantou, e me levou à Caldéia, para os do cativeiro, em visão, pelo Espírito de Deus; e subiu de sobre mim a visão que eu tinha tido.
E falei aos do cativeiro todas as coisas que o SENHOR me havia mostrado. 
Ezequiel 11:23-25 



No primeiro ano de Belsazar, rei de babilônia, teve Daniel um sonho e visões da sua cabeça quando estava na sua cama; escreveu logo o sonho, e relatou a suma das coisas.
Falou Daniel, e disse: Eu estava olhando na minha visão da noite, e eis que os quatro ventos do céu agitavam o mar grande.
E quatro animais grandes, diferentes uns dos outros, subiam do mar. 
Daniel 7:1-3 



Então lhe disseram seus irmãos: Tu, pois, deveras reinarás sobre nós? Tu deveras terás domínio sobre nós? Por isso ainda mais o odiavam por seus sonhos e por suas palavras.
E teve José outro sonho, e o contou a seus irmãos, e disse: Eis que tive ainda outro sonho; e eis que o sol, e a lua, e onze estrelas se inclinavam a mim. 
Gênesis 37:8-9



Então José, seu marido, como era justo, e a não queria infamar, intentou deixá-la secretamente.
E, projetando ele isto, eis que em sonho lhe apareceu um anjo do Senhor, dizendo: José, filho de Davi, não temas receber a Maria, tua mulher, porque o que nela está gerado é do Espírito Santo;
E dará à luz um filho e chamarás o seu nome JESUS; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados.
Tudo isto aconteceu para que se cumprisse o que foi dito da parte do Senhor, pelo profeta, que diz;
Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, E chamá-lo-ão pelo nome de EMANUEL, Que traduzido é: Deus conosco.
E José, despertando do sono, fez como o anjo do Senhor lhe ordenara, e recebeu a sua mulher; 
Mateus 1:19-24 



Como é perceptível, Deus, e o Espírito Santo utilizam-se do sonho para passar instruções, portanto é importante todas as noites ao deitar, fazer uma prece, e já que V.S. sabe que o sonho é um retorno do espírito ao mundo espiritual, faça todas as noites ao deitar, uma prece sentida, pedindo a Deus que lhe guie no mundo espiritual, para visitar locais de instrução e de luz onde serás confortado e instruído. Ao levantar experimentarás uma inexplicável sensação de bem estar e de força, pois terás sido abençoado durante a noite.


Por isso é importante não dormir vendo televisão ou ouvindo rádio. Isso irá desviar seu pensamento da vibração sadia que o conduzirá ao paraíso espiritual, colocando-o sob a influência dos leões que rondam ao seu redor buscando traga-lo.


Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar; 
1 Pedro 5:8




Isso que estou informando é um grande segredo de felicidade. Temos ao nosso dispor as forças do bem que procuram nos ajudar todos o tempo. Temos apenas que dar-lhes ouvido e colocar-nos sob sua influência. Faça uma leitura confortadora ao deitar e sempre uma prece solicitando ao pai que o dirija na sua jornada noturna no mundo espiritual, a seguir desligue-se de toda influência. Procure ter pensamentos positivos de paz, alegria, fraternidade, bem estar. Se tens um problema, solicite ao pai que o instrua na melhor forma de resolver esse problema, depois confie nele e relaxe. Verás que ao acordar, acordarás com a solução para o problema.

Ao acordar, faça outra leitura e depois uma prece pedindo ajuda na sua jornada diária. Ficarás surpreso com as ajudas que receberás. Veja o que diz a esse respeito o Salmista.

Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores.
Antes tem o seu prazer na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite.
Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto no seu tempo; as suas folhas não cairão, e tudo quanto fizer prosperará.
Não são assim os ímpios; mas são como a moinha que o vento espalha.
Por isso os ímpios não subsistirão no juízo, nem os pecadores na congregação dos justos.
Porque o SENHOR conhece o caminho dos justos; porém o caminho dos ímpios perecerá. 
Salmos 1:1-6

O corpo espiritual comunica-se com o corpo físico por meio de uma pequena glândula situada no cérebro que é a glândula Pineal. Os primeiros estudiosos não sabiam para que servia essa glândula, mas descobriram que se a removessem a pessoa morria. Mas qual era a função dessa glândula que parece um pequeno cristal?

CORPO PINEAL (EPÍFISE)

Trata-se de pequena estrutura cônica, que sai da parte posterior da raiz do terceiro ventrículo e projeta-se para trás, por cima dos corpos quadrigêmeos superiores.
Consiste em células epiteliais redondas, arrumadas de maneira alveolar. Entre os alvéolos ou folículos, acha-se um tecido-suporte, que contém vasos capilares sangüíneos;

CORPO PINEAL NO CÊREBRO 

(Testut,t. 2, pág. 847):
1, 1' - extremidades anterior e posterior da cissura interhemisférica;
2 - centro oval de Vieussens;
3 - joelho do corpo caloso; 
4, 4’- sua almofada, seccionada pela linha
média; 
5 - septo lúcido e sua cavidade central; 
6 - pilares anteriores do trígono;
7 - pilares posteriores; 
8 - prolongamento frontal do ventrículo lateral;
9 - prolongamento occipital; 
10 -encruzilhada ventricular; 
11 - esporão de Morand; 
12 - nó caudado; 
13 - tálamo óptico; 
14 - sulco opto-estriado, com 14' veia do corpo estriado; 
15 -ventrículo médio; 
16 - comissura cinzenta;
17 – corpo pineal; 
18 – comissura branca posterior; 
19 – tubérculos quadrigêmeos.


Aí também aparecem com freqüência depósitos de sais calcários de forma esferoide; se
os seccionarmos, mostram uma estrutura laminada concêntrica (tipo “cebola”). São conhecidos como “areia cerebral”, que é também encontrada, em pessoas idosas, nos plexos coróides, na pia aracnóide e em outras partes do cérebro.


Dizem os cientistas que o corpo pineal, no homem, é órgão vestigial, representante
involuído de um aparelho que era desenvolvido nos antigos vertebrados. Ainda hoje o tuatara (réptil sphenodon punctatum, único remanescente da ordem dos rhynchocephalia,
existente na Nova Zelândia) possui uma pineal que consta de dois segmentos distintos: uma glândula, a epífise, que tem a mesma estrutura da pineal humana, e o outro, “sensorial”,
o “olho pineal” situado no forámen parietal (abertura central na abóbada do crânio),
coberto por uma escama transparente, cujo verso tem a forma de lente, e a superfície
mais baixa, oposta, é uma retina colorida. Parece não perceber a luz. Mas o tamanho enorme do forámen parietal dos fósseis dos répteis parece indicar que se tratava de um
olho funcional.


CORPO PINEAL VISTO DE CIMA 


(Testut, t. 2, página 833)
1 - tálamo óptico, com 1' seu tubérculo anterior; 1” seu tubérculo posterior ou pulvinar; 
2 - sulco dos plexos coróides; 
3 - sulco opto-estriado; 
4 - cabeça do nó caudado; 
5 - septo lúcido e sua cavidade central; 
6 -pilares anteriores do trígono; 
7 - comissura branca inferior;
8 – vulva; 
9 - comissura cinzenta; 
10 - terceiro ventrículo; 
11 - glândula pineal; 
12 - seus pedúnculosanteriores ou habenae; 
13 - comissura branca posterior;
14 - triângulo da habênula; 
15 - tubérculos quadrigêmeosanteriores (nates); 
16 - tubérculos quadrigêmeos posteriores (testes).


Dizem os fisiologistas que a função do corpo pineal parece ser o freio do desenvolvimento sexual até a idade da puberdade (função também atribuída ao timo... ). Chegando aí, o controle das gônadas passa a outra glândula (a tireóide) e a pineal se atrofia, involuindo.


POSIÇÃO DA PINEAL 
(Testut, t. 2, pág. 840).


1 - corpo caloso; 
2 - trígono; 
3 - septo lúcido; 
4 –ventrículo médio; 
5 - aqueduto de Silvio; 
6 - epêndimo (o traço branco que fica acima do número); 
7 - folheto superior da tela coroidiana; 7’ - folheto inferior; 
8 - espaços sub-aracnoidianos; 
9 - glândula pineal. (Obs.: o número 4, aparece como uma +).
Válvula receptiva 


A pineal é um dos órgãos mais importantes do corpo físico do homem, tendo sido a ela
atribuída, por Descartes, a honra de ser o ponto em que a alma se prendia ao corpo.


Observemos, de início, que é exatamente nos lacertídeos (ou sáurios), na escala animal,
que começamos a encontrar um embrião do corpo pineal. Para trás, nada. Para diante, a cada passo evolutivo na escala zoológica, o animal vai fixando melhor e desenvolvendo mais o corpo pineal, embora seu tamanho físico se vá reduzindo.


O funcionamento ainda é desconhecido pela ciência médica, que apenas lhe empresta a
tarefa de “travar” a evolução dos órgãos sexuais até a época da puberdade. Afirma outrossim que desconhece qualquer hormônio por ela produzido.


Ora, em realidade o corpo pineal não é glândula produtora de hormônios, mas uma
CHAVE de ligação elétrica ou, talvez melhor dito, uma VÁLVULA.


Os impulsos eletromagnéticos e eletroquímicos nos nervos seguem o trajeto que estudamos atrás, mas é no corpo pineal que são registrados esses impulsos e transmitidos para o espírito.



PINEAL EM RELAÇÃO COM O AQUEDUTO DE SILVIO
(Testut, t. 2, pág. 683):


1 - almofada do corpo caloso; 
2, 2' - tela coroidiana; 
3 - glândula pineal; 
4 - comissura branca posterior; 
5 - aqueduto de Silvio, com 5' sua origem anterior ou ânus; 
6 - ventrículo médio; 
7 - quarto ventrículo; 
8 - pedúnculo cerebral; 
9 - protuberância; 
10 - tubérculos quadrigêmeos.


Ai se executa a função que até hoje não fora localizada.


A própria chamada “areia” (sais calcáreos) tem sua tarefa específica, ainda não revelada:
com suas lâminas concêntricas desincumbe-se de seu serviço à semelhança daquela pedra
natural denominada “galena”, que possui capacidade idêntica, de detetar ondas hertzianas.


Lembremo-nos de que, na própria galena, é indispensável procurar um “pontinho microscópico”, para conseguir essa transmutação. Assim ocorre com o corpo pineal, muito superior em seu funcionamento à galena, tanto quanto o cérebro é superior a um computador eletrônico.



CORTE DO CORPO PINEAL





(Testut, t. 2, pág. 843):

O corte do corpo pineal mostra a abundância e o desenho formado pelas fibras neuróglicas, bem como sua relações com as células, coloração pelo método de Weigert
(desenho segundo Mile Dimítrova).


Em computador gigante, de 1. 000 kg, conseguiram-se circuitos em número de 1.000.000. O cérebro humano com apenas 1 kg (mil vezes menor) consegue 10 bilhões de circuitos (dez vezes mais). Proporcionalmente, enquanto a relação do computador é de 1 para 1. 000, a do cérebro é de 1 para 10 bilhões.


Temos, pois, no corpo pineal não propriamente, como interpretou Descartes, o local em
que o espírito se liga à matéria, mas a válvula transmissora-receptora de vibrações do corpo astral, regulando todo o fluxo de emissões do espírito para o corpo físico e vice-versa. Daí sua grande importância, também, para os dons espirituais.





A PROJEÇÃO DA CONSCIÊNCIA (parte 01)



O sono é o refrigério da alma, pois enquanto o corpo físico repousa no leito, os portões do plano espiritual se abrem para o buscador coerente. O projetor consciente ingressa nas esferas extrafísicas e vê a verdade espiritual frente a frente, sem subterfúgios ou enganos.

Vislumbra nos ambientes extrafísicos mais densos a imensa legião de espíritos desencarnados acicatados pela dor do remorso.

Elevando-se um pouco acima dessa região dantesca, ele vislumbra os hospitais extrafísicos. Mais além, estão as colônias espirituais (cidades extrafísicas) e milhões de espíritos vivendo além da morte do corpo e se aperfeiçoando nesse Universo de Deus.
Sutilizando a densidade do psicossoma, ele muda de dimensão e vislumbra os espíritos superiores. Irradiando luz pura, eles lhe passam o conhecimento e o amor integrados que lhe permitirão a viagem consciente para o plano mental, sua verdadeira morada.

O projetor consciente volta contente para o soma adormecido. Logo o sol vai raiar e é necessário trabalhar e experienciar a vida humana na crosta terrestre. Ele está contente, pois tem consciência de que novas noites virão e as portas espirituais se abrirão novamente.
 Ramatís e André Luiz
(psicografado por Wagner D. Borges, São Paulo ,26 de maio de 1995.)*
Muita gente pergunta como é que dois ou mais espíritos podem passar uma psicografia em conjunto, se são personalidades diferentes. É simples! É como dois ou mais compositores que se juntam para compor uma música. São personalidades diferentes mas se juntam com um objetivo só: compor uma peça musical.
Da mesma maneira, mantidas as devidas proporções, os espíritos compõem uma "peça espiritual", no caso, a idéia a ser passada ou psicografada, e a introduzem na mente da pessoa que a recepciona espiritualmente.
E, além do mais, no meu caso em particular, muitas mensagens e orientações são recebidas durante as minhas experiências extracorpóreas.
André Luiz e Ramatís fizeram questão de passar em conjunto este texto de abertura para o livro Viagem Espiritual II.



Projeção da consciência é a capacidade que todo ser humano tem de projetar sua consciência para fora do corpo físico. Essa experiência tem recebido diversas nomenclaturas, dependendo das doutrinas ou correntes de pensamento que a mencionem: viagem astral (Esoterismo), projeção astral (Teosofia), experiência fora do corpo (Parapsicologia), desdobramento, desprendimento espiritual ou emancipação da alma (Espiritismo), viagem da alma (Eckancar), projeção do corpo psíquico ou emocional (Rosacruz), projeção da consciência (Projeciologia) etc.


Para que o leitor possa compreender o fenômeno da projeção da consciência, é preciso entender que a consciência possui diversos corpos ou veículos de manifestação, que se interpenetram e coexistem em freqüências vibratórias diferentes.
Para melhor entendimento, podemos dividir esses veículos de manifestação da seguinte maneira:

CONSCIÊNCIA :
  1. CORPO MENTAL (pensamento - plano mental)
  2. PSICOSSOMA (emoção - plano astral)
  3. CORPO FÍSICO (manifestação - plano físico)
A consciência está sediada no corpo mental. O corpo mental está sediado na cabeça extrafísica do psicossoma. O psicossoma está sediado por toda a extensão do corpo físico. 

O corpo físico é o veículo de manifestação mais denso que a consciência possui. Ele sustenta, em sua estrutura, os outros veículos de manifestação mais sutis e rarefeitos que são o psicossoma e o corpo mental. A projeção da consciência é o desprendimento temporário dos veículos de manifestação mais sutis (psicossoma e corpo mental) do corpo físico. Esse desprendimento pode se dar com o corpo mental e o psicossoma juntos ou somente com o corpo mental separado.

Quando a consciência, que está sediada no corpo mental, projeta-se para fora do corpo físico, através do psicossoma, no plano astral, o fenômeno é denominado de "projeção astral". Quando esta se dá através do corpo mental no plano mental, o fenômeno é denominado de "projeção mental" ou "projeção do corpo mental".

O nome "projeção da consciência" parece ser o mais adequado para definir a experiência extracorpórea, pois abrange tanto a projeção astral como a projeção do corpo mental.


O psicossoma ou perispirito (Segundo a doutrina espírita) pode ser definido como a contraparte extrafisica do corpo físico, ao qual se assemelha e com o qual coincide minuciosamente, parte por parte. É uma réplica exata do corpo físico em toda sua estrutura.

A diferença entre os corpos está em que o psicossoma é constituído de matéria astral, que vibra numa freqüência mais sutil e é infinitamente mais refinada do que a matéria física que constitui o corpo físico.

Sendo um veículo de matéria extrafísica, o psicossoma é normalmente invisível e intangível ao olhar e toque físicos. Durante o estado de coincidência, ou junção dos veículos de manifestação da consciência, ele está sediado por toda a extensão do corpo físico, interpenetrando-o completamente.

Assim, o psicossoma coincide com o corpo físico durante as horas em que a consciência está totalmente desperta. Mas no sono, os laços que mantém os veículos de manifestação unidos se afrouxam e o psicossoma se destaca do corpo físico. Essa separação é que constitui o fenômeno da projeção da consciência. Pode ocorrer não somente durante o sono, mas também no transe, na síncope, no desmaio ou sob a influência de um anestésico.

Normalmente, o psicossoma, quando projetado além do físico, mantém a forma daquele corpo, de modo que o projetor é facilmente reconhecido por aqueles que o conhecem fisicamente. Segundo muitos pesquisadores do assunto, isto deve-se ao fato de que a atração entre as partículas astrais e físicas, continuada através da vida física, instala um hábito ou impulso na matéria astral do psicossoma, que continua mesmo quando ele é temporariamente afastado do corpo físico adormecido A partir desse mesmo princípio, explica-se a plasmagem da indumentária extrafísica, uma vez que deve-se considerar que a mente é o grande comandante da moldagem psicossomática, consciente ou subconscientemente. Sendo um corpo energético com uma capacidade de plasmagem de formas em sua estrutura, o psicossoma pode se apresentar ocasionalmente durante a projeção com configurações não antropomórficas como: bola de luz, forma vaporosa, formato semi-humanóide etc.

O nome "psicossoma" parece ser o mais adequado para definir esse veículo de manifestação, já que nos planos extrafísicos evoluídos, os espíritos desencarnados o denominam dessa forma. Portanto, é bom o projetor se acostumar com esse nome, pois ele é o mais usado fora do corpo. Entretanto, ele também é denominado de corpo astral, perispírito, duplo astral, corpo fluídico, corpo espiritual etc.